32º Dia

Dezembro 6th, 2007 by Gerson Campos

“Parece um Boeing”

Quarta-feira, dia útil em São Paulo, 17h30. Saí mais cedo que o habitual da redação e encarei trechos das marginais Pinheiros e Tietê bem na hora do rush. Resultado: quase duas horas para percorrer um trajeto de pouco mais de 30 km – hoje, após 93 km, a média de consumo com álcool ficou em 6,8 km/l.

Mas, como bom corintiano que sou, ando acreditando que tudo na vida tem um lado positivo. Nesse momento de “intimidade forçada” com o Punto, percebi coisas interessantes. A primeira delas: ele é um excelente companheiro para o trânsito congestionado. Ótima posição de dirigir, bancos confortáveis e ergonômicos como os de poucos modelos nacionais e som de qualidade amenizaram o martírio. 

A segunda, que já vinha me chamando atenção em outras ocasiões, se confirmou agora: o acelerador Drive By Wire do Fiat não me agrada nem com reza. Gosto de sentir as reações do carro no momento exato em que aciono o pedal e isso não é possível com o gerenciamento eletrônico, que busca diminuir o consumo e melhorar o desempenho.

Só que, no Punto, o delay (termo usado na televisão para se referir ao atraso entre o tempo real dos acontecimentos e a chegada das imagens ou sons ao interlocutor) chega a incomodar! Quando encontrava uma brecha no trânsito, pisava no pedal e ele demorava a responder. Se você desistir no meio do caminho, esqueça: ele vai dar um pequeno pulo, já que a central registrou a ocorrência.

Isso fez até com que o carro “engasgasse” na minha mão algumas vezes – e olha que eu já não deixo isso acontecer desde que treinei bastante na Brasília 1979 de placas TJ 6363 do meu saudoso avô. Algum proprietário de Punto aqui notou isso ou se sente incomodado?

E por falar em família, meu pai, dono de um Palio ELX 1.4 Flex, hoje deu uma volta no Punto. Quando ele voltou, perguntei rapidamente: “E aí?”. Ele respondeu na lata: “O carro é muito bom, mas ‘ronca’ demais. Parece um Boeing”. Ok, pai, calma lá. Que ele ronca, vários aqui já apontaram, mas não é para tanto. Agora, se ele falasse que a impressão era de um Learjet, eu já não teria como discordar. E olha que o capô ainda tem vedação acústica (veja na foto). A economia de mantas de isolamento, ao que parece, foi mesmo na divisão entre o painel corta-fogo e a cabine.  

punto_100_dias-002_500.jpg

Bem, para esclarecer isso e ainda colher mais impressões sobre um dono de Palio a respeito do Punto, já combinamos que ele ficará com o carro para fazer um trajeto mais longo e opinar a respeito.

Aliás, deixo aqui uma pergunta: o Punto é mesmo o caminho natural para os donos de Palio, ou o salto é muito grande? Você, que tem Palio, está satisfeito e tem no Punto o próximo sonho de consumo sobre rodas? Comente!

P.S.: o problema mencionado ontem pelo Mário Venditti voltou a acontecer comigo. A luz de advertência “Avaria no EBD. Ler o manual” acendeu. Já estou em contato com o departamento técnico da Fiat e volto a seguir com explicações sobre isso.

Posted in Uncategorized

33 comentários

  1. Ney

    Essa questao do carro em pouco tempo apresentar problemas foi postado por mim alguns dias atras. Comentei que nao adianta ter um carro com muitos recursos tecnologicos se nao ha como mante-lo. Digo isso pois o numero de carros com avaria no air-bag que o dono manda desligar a luz-piloto eh bastante grande. Provavelmente esse sera o futuro dos Punto. Assim como aconteceu com Tempra, Tipo…
    Quem em sa consciencia pagaria 2, 3 mil para consertar um EBD, ABS, sendo que o carro vale pouco mais de 18? Isso daqui a uns 4, 5 anos…
    Brasileiro nao cuida de carro, por isso dirigimos carrocas sem qualquer aparato. E quando temos carros com tal sofisticacao, como o Pallas e o Punto, estes exibem problemas em pouco tempo de uso. Mais uma vez a palavra para as montadoras brasileiras eh: LAMENTAVEL

  2. Ney

    Como o consumo esta sempre em discussao, aproveito para dizer que o jornal A TARDE, de Salvador-Ba testou um Punto 1.4 e destacou:

    Pouco espaco para os ocupantes
    Acabamento razoavel
    Bons recursos tecnologicos

    E o que mais me chamou a atencao, foi o que o jornalista escreveu abaixo:

    Consumo ASSUSTADOR! O computador de bordo macou 5.4km/L rodando com alcool.

  3. Lucas

    Ok Ney, mas o jornal só destacou isso? Parece que só pegou os pontos fracos! Porque se apenas isso foi salientado, desconfiaria um pouco da reportagem.

  4. Luiz

    Já rodei 1 mês (2500km) com o meu Punto HLX - que não tem apenas o SkyDome e os sensores de chuva/crepuscular/estacionamento - e não tive nenhum problema sério… Conheço todos os carros “concorrentes” - já dirigi todos - e não o troco por nenhum.

    O vidro do retrovisor externo esquerdo ameaçou soltar, mas foi reencaixado em 2 min pelo cara da concessionária. E acho que só… O vidro elétrico continua um pouco nervoso e a cada 5 ou 6 dias ele bate na borracha e volta. É o sistema anti-esmagamento que parece mal “calibrado”.

    Fora isso… tudo em perfeita ordem. E o consumo melhorou muito: tenho feito 9.0km/l no meu trajeto diário (70% estrada, e sem trânsito pesado na cidade). Para pequenas viagens (150km, 200km) a 100km/h eu já fiz média de 10.5km/l. O que pra mim é muito bom, visto que meu Palio HLX 1.8 fazia 12km/l na gasolina.

    Ah, e sobre a pergunta, o Punto é certamente um passo natural pra quem tem Palio (exceto talvez o Palio Fire, não? Que é praticamente outro carro). Eu tinha um Palio e o teria trocado pelo Palio 2008 se não tivesse ficado com a impressão de que a Fiat agora não está nem mais preocupada em esconder os remendos no carro a cada “geração”. E se tivesse trocado, estaria arrependido ao ver o Punto.

  5. Thiago

    É bem suspeito.. um dos editores do Teste dos 100 dias comentou que ao dirigir “com empolgação” após vir de uma corrida de kart, a media se nao me engano foi +-6 no alcool. E como ele mesmo disse “culpa dele”, já que estava dirigindo mantendo rotacoes altas..

  6. Flávio

    Sou mto encanado com esses problemas de segurança, voltaria a concessionaria no dia seguinte no máximo.

  7. Igor

    tenho um palio 1.8 R 06, e tava balançado por um punto hlx com roda, porem, ja mudei de ideia e vou dar um upgrade pegando um astra hatch advantage, pelos mesmos 46k do punto!e com mais itens de serie que o punto. Achei uma medida mais racional do que se deixar levar pelo “calor” da novidade que é o punto.

  8. Flavio A.

    Alguem me saberia informar quantos % produtor rural tem de desconto na compra de um carro novo?? Se pode ser qualquer carro, ou tem q ser so pick up e camionete??? E se são todas as montadoras quem tem esse plano??

  9. Marcos

    Igor, o Astra é bom carro, mas dá uma conferida nos equipamentos, a GM anda depenando ele, pelo que sei não vem mais alarme, retrovisores elétricos e farol de neblina.

  10. EU

    O Punto não é um carro médio. Tem o mesmo espaço que Polo, me senti apertado atrás em um C3, e não é melhor que um Fiesta/Fox os melhores. Um amigo comprou um Astra Automatico, que veio cheio de barulhos desde 0km, com acabamento péssimo. Também acho que o Punto é um sério candidato e ser mais desvalorizado que outros depois de um ano. Quem tiver dúvidas entre em um Stilo por ex, e veja a diferença.

  11. Marcio

    Nesta faixa de preço, na verdade até por um pouco menos, o carro mais confortável e bem acabado do mercado é o focus.
    Por R$33.000 é possivel comprar com ar, direção, vidros e travas, acabamento impecável além de câmbio de engates perfeitos.
    Quem ainda não dirigiu um focus fica surpreso na primeira vez, o carro é muito estável e nem por isso desconfortável, filtra muito bem as irregularidades do piso.
    Hoje tenho um clio, meu próximo carro será um focus, que é muito mais carro do que o punto.
    Estava esquecendo, se comparado ao punto ainda anda mais, o motor 1.6 da ford é bem superior a este 1.4.

  12. Igor

    Marcos, O astra vem com retr.elet., vidro tras. elet.(opicional no punto hlx),roda liga 15(tb opicional no punto hlx), alem de ser maior por dentro e por fora, acredito consumir perto do punto 1.8. A gm deu uma piorada nos bancos, que agora parecem bancos de celta, só que grandes. Enfim, é um carro de uma categoria acima do Punto, so que com preços iguais. Dizem que tem futuro incerto, mais ainda é um exelente carro, muito equilibrado, e bom de se guiar.


  13. Realmente , o Astra automático é barulhento principalmente o cambio ,quando voce engata a ré e fica parado o carro vibra inteiro , faz muito barulho, parece que vai desmontar .Quanto ao Punto , acredito que como é lançamento os primeiros com certeza terão problemas , os ajustes serão feitos ao longo do tempo . Este exemplo já tivemos com outros carros . Infelizmente , lançamentos aqui no Brasil são desta forma .

  14. Willy

    Igor

    Repare que o carro não tem computador de bordo, farol de neblina, tem um motor gastão e sua manutenção que é muito cara.
    E repare também que a versão advantaage tem um interior bem mais pobre que as demais versões.
    Eu se fosse voce, antes de tomar a decisão pesaria todos esses fatores…
    Ah, lembre-se de olhar também o valor do seguro.

    []`s

  15. Flavio

    Tenho um Sporting 1.8 e nao tem esse delay no acelerador, inclusive estou vindo de um Palio HLX 1.8 flex que tambem nao tinha esse problema, o unico carro que percebi esse delay na aceleracao e o Fox 1.6, vc pisa e ele demora a responder, chega a dar raiva hehehehe, ja o Punto 1.4 nao andei ainda para avaliar, porem andei num Palio elx 1.4 do novo e achei bem gostoso o carro, e nao precebi o delay no acelerador

  16. Willy

    Eu tenho um Punto 1.4 e em casa tem mais um palio 1.0 8v e um 1.0 16v os dois 2º geração.
    No Pálio 8v não tinha tanto esse problema com o acelerador, no 16v tinha mas não era tão frequente. Ja no punto vira e mexe ele da essas engasgadas…

  17. Michel

    Realmente o Astra consume mais que os concorrentes 2.0, o Punto 1.8 tb é e rende menos, mas a manutenção não é cara! É até mais barata que a dos seus concorrentes, justamente ter herdado peças de Monza e Kadet, além de Vectra e Omega. Basta faez uma lista das peças que mais se troca e comparar os valores.

  18. Fernando

    Tenho um peugeot 206 1,4 com esse problema de delay no acelerador. Quando o motor está frio a coisa fica ainda pior. Também gosto de respostas rápidas, estava pensando em migrar para o punto em breve mas não quero conviver com isso novamente. Agora estou mirando no polo.

  19. Marcos

    Igor, você tem razão, o Astra tem os retrovisores elétricos, conferi no site da GM.
    Meu cunhado tem um Advantage e mandou instalar bancos de couro, assim parece ter melhor qualidade de acabamento.

  20. Roberto

    Por favor, eu estou em dúvida, principalmente na questão do consumo, comprar o Punto 1.4 ELX ou o 1.8. Até agora não pude ter a noção do gasto destes dois carros ao serem abastecidos com gasolina. A diferença de consumo é muito grande?

  21. Gustavo

    Ney, tenho um Gol 04/05, com ABS e Air-bag duplo, nunca tive problema com estes equipamentos, porém o carro só tem 40.000 rodados.

  22. Edson

    Comparei o espaço interno (lateral) traseiro do Punto e do meu Palio, são praticamente idênticos. Acreditava que o Punto fosse um modelo de categoria superior, tanto em acabamento quanto em espaço. Porém este se mostra apenas um substituto moderno.
    Contudo, preciso destacar seu “desing”, a Fiat foi muito feliz. Todavia alguns aspectos de seu projeto merecem ser criticados. Por exemplo: o porta-malas. O volume comportado por este é menor que a do Palio (embora na Europa em seu projeto original não fosse este o objetivo). A se considerar, ainda, tratar-se de um automóvel de uso urbano. Esperava um motor moderno, multi-válvulas, tipo V-Tec, para compor com seu visual. Não o raquítico 1.4 e 1.8 GM ultrapassado (até poderia ser o Eco-Tech).

  23. Marcus Rocha

    A GM compartlha o mesmo motor 1.8 com a FIAT, o que muda são acertos específicos de cada montadora. O Astra é sim muito beberrão. O acabamento interno e o painel não tem mais ar de novidade e cansa os olhos. O futuro do Astra com certeza é de muita incerteza. També é muito cedo para dizer que a desvalorização do carro vai ser alta. Isto é coisa de mágico fazer tal afirmação. O Punto está na 17 colocação de vendas(com apenas 02 meses de venda)com 3660 unidades muito acima de Astra hatch(2341) e Polo hatch(2296). Em relação ao comentário do consumo excessivo ocorrido e noticiado pelo Jornal Baiano muito fora do que tem ocorrido parece querer influenciar opiniões a favor dos carros da FORD( Fiesta ou o Focus??)
    Com relação a observações eletrônicas, o marcador de tanque após abastecer por completo demora a marcar o valor correto subindo lentamente. irei em breve a concessionária para uma avaliação. Não vai ser por isso que o carro estaria reprovado.

  24. Pedro

    tambem tenho um sporting e nao tem esse delay, muito pelo contrario responde muito bem, outro dia um astra veio me ultrapassar, pisei um pouco fundo, mas nao todo, logo o astra ficou la atraz…

  25. Max

    bom, tenho um Corsa 1.8, que tb tem acelerador eletrônico, e não sinto delay algum ao acelerar…tanto é que ontem mesmo deixei 2 puntos sporting comendo poeira, 1 na saida de um semáforo, e outro que veio tentando “andar rápido” e me ultrapassar…

  26. Caio Ferrari

    Carro flex é isso mesmo. Bebe horrores! Os carros não tem taxa suficiente para aproveitar o que o alcool oferece. Para contornar isso, ficam adiantando o ponto, o carro fica aspero e mesmo assim não rende legal.

    Quanto aumentam bastante a compressão como fizeram nos GM VHC, no EA 111 1.0 da VW e no Fire 1.0 que equipa o siena 2008, o carro fica atrasando o ponto quando você coloca gasolina para evitar detonação. Com isso, perde rendimento consome mais e polui mais.

    Uma coisa é fato: Carro flex é gambiarra e vãi continuar sendo até que lancem um motor com taxa de compressão variável. Se o governo fosse mais responsável, poderiamos ter carros a alcool com taxa na casa dos 15:1, proveitando muito melhor o alcool diminuindo consideravelmente o consumo.

  27. Ney

    Nao sei se foi tendencioso, pois em Salvador, o Palio 1.0 eh tido como beberrao, ficando na casa dos 9km/L (motor FIASA nao flex). O Fire melhorou, muito esse valor, mas geralmente todos os carros consomem acima da media, pois a cidade tem muitos aclives e o clima quente faz com que o ar-condicionado seja fundamental.
    So para complementar, em casa temos 3 veiculos. Seguem as medias de consumo com ar ligado e a gasolina (nenhum eh flex) rodando puramente na cidade.
    Picasso 2.0 - 6km/L
    Palio 1.6 8V - 8.5 km/L
    Ka 1.0 - 12km/L

  28. Gilbercy Costa

    Mas fácil. delay:atraso,retardo.

  29. Cristovao Bearlz

    Tenho um Palio Fire 1.0 ano 2007 e estou planejando para o primeiro semestre do ano que vem troca-lo por um Punto 1.4. Nao acho que seja um grande salto, acho natural crescer dentro da marca, ja que sou fã da FIAT.

  30. Marcos

    Meu irmão tem um palio 1.4 e eu noto essas engasgadas, principalmente com a 1a marcha. É muito ruim. Meu 206 tb 1.4 é bem mais gostoso de dirigir.

  31. victor

    O punto fica muito mais silencioso com gasolina no tanque; deixa de ser um boeing e passa a ser quase um planador (apesar de que ainda assim prefiro alcool).

    Quanto ao DELAY do drive by wire… bom, tb nao gosto do drive by wire pq gosto de sentir a reacao instantanea do carro… mas discordo que a delay.. vc soh tem q pisar mais fundo o acelerador pra o carro responder mais rapido.
    Delay traumatizante tem o 307 automatico… minha mae tem um e eu NUNCA compraria aquele carro soh por causa do delay!!! eh stressante, irritante, demorado, ridiculo e ate perigoso!

  32. Kleber Heinzen

    Sou proprietário de uma Strada 1.4 Flex. O carro é excelente… mas sinto este delay no acelerador. E frequentemente tenho que tomar cuidado até pra arrancar o carro e as vezes até pra passar a segunda marcha. Mas é uma questão também de hábito. Acelerador eletrônico ainda tem muito o que melhorar.

  33. EVERTON N. SCHARB

    OLHA DEPOIS DE LER TODOS OS COMENTÁRIOS NÃO TROCO MEU TEMPRA HLX 16V 97/97 POIS NÃO TEM PRA NINGUÉM´POIS TENHO TUDO O QUE QUERO NELE,SÓ QUEM TEM UM PRA SABER.

Deixe um comentário

Atenção: comentários ofensivos e que contenham agressões pessoais a outros participantes serão deletados.